Fonte: nngroup.com. Responder as perguntas, ser direto na descrição e ajudar na comparação de produtos.

Esta é a versão traduzida do texto do Nielsen Norman/Group. Para ver essa matéria (em inglês) no site oficial clique aqui.

Artigo Feito por Amy Schade em 24 de agosto de 2014.

Resumo: Os requisitos dos principais conteúdos para páginas de produtos são: perguntas e respostas dos usuários, ser direto na descrição e ajudar na comparação de produtos.

A primeira lei do e-commerce é, se o usuário não pode encontrar o produto, o usuário não pode comprá-lo. Mas encontrar páginas relevantes de produtos é apenas o primeiro passo para o baixo funil de compra. Embora muitos sites tem melhorado a sua arquitetura de informação e navegação, muitas páginas de produtos ainda são sombrias.

Páginas de produto precisam fazer mais do que fornecer uma imagem, uma descrição sumária do produto, e um botão Adicionar ao carrinho: eles precisam vender o produto. Para fazer isso, páginas de produto devem convencer ou garantir aos usuários que este é o item que atende às suas necessidades. No entanto, muitas páginas de produtos não conseguem fazer isso.

Quando os usuários contam com informações sobre o produto de um site, eles não tem a oportunidade de tocar o produto, ler a embalagem, experimentá-lo, ou perguntar a um vendedor antes de comprar. Páginas de produtos clean e com descrições diretas são essenciais.

Em nossos estudos sobre e-commerce, descobrimos que 20% das falhas de todas as tarefas no estudo – quando os usuários não conseguiam concluir com êxito uma compra quando solicitada – pode ser atribuída à informação de produto incompleta ou inexata. Deixar perguntas dos compradores sem resposta pode inviabilizar a venda ou, pior ainda, fazer estes compradores não apenas abandonem a compra, mas o site também. Um cliente em um estudo recente não conseguiu encontrar a informação que precisava na descrição do produto, então ele deixou o site em estudo e pesquisou no Google para obter mais informações sobre o produto. Durante sua pesquisa, ele encontrou um outro site com o mesmo produto, uma descrição mais completa e um preço mais baixo.

Em geral, quando você realizar um estudo de usabilidade e ouvir o usuário teste de dizer: “Agora eu iria para o Google”, você sabe que seu site está fazendo menos do que a metade do dinheiro poderia. Perder um usuário para o Google é quase idêntico ao perder um pedido de produto.

Páginas de produtos pobres tem duas consequências principais, os quais prejudicam o relacionamento do usuário com o site:

  1. Um usuário não pode decidir se o produto atende as suas necessidades e assim abandona a compra.
  2. Um usuário faz suposições sobre o produto, compra e descobre que não é o que gostaria de ter comprado. Definitivamente um cliente insatisfeito; provavelmente um processo de investimento caro para este cliente retornar ao seu site.

Aqui estão três requisitos básicos que cada página do produto deve atender.

Next Post

Como os usuários leem na internet

qui jan 15 , 2015
Fonte: nngroup.com. Eles não leem. Os usuários raramente leem palavra por palavra, eles escaneiam a página. Artigo escrito por Jakob Nielsen em 1º de outubro de 1997 (parece velha […]